#5 Olhar(es) | 09.abr.21

#5 Olhar(es) | 09.abr.21

Share on facebook
Share on twitter
Share on email

A (Sub)Representatividade Negra no Oscar

Em 92 anos de existência, apenas uma mulher negra ganhou na categoria de Melhor Atriz. Na categoria de Melhor Atriz Coadjuvante foram só oito.

Desde a sua criação em 1929, o Oscar premiou quatro atores negros com o prêmio de Melhor Ator. E  seis para Melhor Ator Coadjuvante.

Em 2014, o filme ‘12 Anos de Escravidão‘ foi o primeiro filme dirigido por um diretor negro a ganhar o Oscar de Melhor Filme. Esse fato só se repetiu uma única vez, em 2017, com o filme ‘Moonlight‘.

Judas e o Messias Negro‘ é o primeiro filme produzido inteiramente por produtores negros a ser indicado a Melhor Filme e concorre esse ano.

Na edição de 2021, cinco anos após a campanha #OscarsSoWhite, 6 atores e atrizes negros estão concorrendo em categorias de atuação. É um aumento significativo, mas ainda muito longe de uma real representatividade.


COLÍRIO

Há 42 anos o compositor Nino Rota nos deixava, mas suas composições seguem vivas no imaginário cinematográfico e também em nossos corações. 

Separamos aqui alguns cartazes de filmes que tiveram a trilha-sonora composta por esse maestro!


PLAYLIST OLHAR

Para entrar no clima, separamos aqui uma playlist só com músicas do compositor para alguns filmes do Fellini:


INDICAÇÃO DA SEMANA // PODCAST

Convidamos a Bruna e a Tâmara do Entre Dois Mares Podcast para uma parceria incrível, onde elas irão convidar artistas do audiovisual para um papo sobre carreira, produção e as curiosidades em torno das gravações de seus filmes, daquele jeitinho que só elas tem.

O primeiro episódio dessa colaboração já vai ao ar nessa terça-feira, 13/04. 

Para conhecer um pouco mais do trabalho delas vem aqui ?


ASPAS OLHAR


CINEMA EM CASA

Agora em abril 6 filmes de Chantal Akerman, uma das diretoras mais importantes do cinema, chegam na Supo Mungam Plus

Essa é uma oportunidade rara para ver filmes que não estão disponíveis em nenhuma outra plataforma aqui no Brasil.

Os filmes são: “Eu, Tu, Ele, Ela” (já disponível), “Jeanne Dielman” (já disponível), “Os Encontros de Anna”, “Anos Dourados”, “Do Leste” e “A Prisioneira”. Todos em versão restaurada.


CENAS OLHAR

Maria Luiza da Silva é a primeira militar reconhecida como transexual na história das forças armadas brasileiras. Após 22 anos de trabalho como militar, foi aposentada por invalidez. O filme investiga as motivações para impedi-la de vestir a farda feminina e a sua trajetória de afirmação como mulher trans.

Maria Luiza está disponível nas plataformas digitais. Assista!


Encerramos com as palavras de Amácio Mazzaropi, o eterno Jeca Tatu, que completaria 109 anos no último dia 09. Apesar de trabalhar com comédia, ele levava sua carreira tão a sério que montou seu próprio estúdio para ter controle absoluto sobre os filmes. Estima-se que tenha levado mais de 200 milhões de brasileiros aos cinemas e que ganhou rios de dinheiro durante a sua carreira, mas que mesmo assim pagava salários módicos aos seus funcionários.

“A minha relação com o cinema é coisa séria, um namoro, um ato de entrega.”

Boa semana, bons sonhos e cuidem-se.


OUTROS POSTS

Política de Privacidade

Termos de uso

Vagas de Emprego

FIQUE POR DENTRO DE TODAS AS NOVIDADES DA OLHAR

TUDO CERTO!

Agradecemos a sua mensagem.

Caso precise de alguma outra informação, por favor entre em contato através das nossas redes sociais.

Para você que ama cinema.

Assine nossa newsletter quinzenal e receba conteúdos exclusivos.

TUDO CERTO!

Agradecemos o seu cadastro.

Agora você faz parte de um seleto grupo que recebe as nossas notícias em primeira mão!